Download!Download Point responsive WP Theme for FREE!

NO CANTEIRO DA CRECHE – EPISÓDIO 2: “A IMPORTÂNCIA DAS PRELIMINARES”

Boa tarde pessoal! Esse é o segundo capítulo do Engenheiro na Creche!!!!

Tenho certeza de que vocês tiveram várias noites mal dormidas imaginando qual seriam os próximos acontecimentos #sqn.

No último post, paramos na limpeza do terreno. Após a limpeza, tivemos um período muito complicado, pois choveram vários dias seguidos, e, quando a chuva dava uma trégua, não era o suficiente para nosso solo encharcado secar. Portanto, perdemos quase duas semanas de trabalho.

Nesse momento, já terminamos o aterro, a execução do gabarito e iniciamos o canteiro de obras. Vou falar um pouco de cada etapa:

  • Aterro

O aterro consistiu basicamente em trazer terra para nosso terreno e compacta-la corretamente.

Deve-se atentar aos seguintes pontos:

– Qualidade do solo importado. É extremamente recomendável que a terra trazida seja de boa qualidade e que seja da mesma origem em todo o aterro. Solos diferentes podem trazer problemas futuros, como recalque do contrapiso.

Durante esse processo, recebemos alguns carregamentos de solo com características orgânicas. ATENÇÃO: NÃO ACEITE UM SOLO ASSIM PARA SEU ATERRO, A MENOS QUE VOCÊ TENHA UM ÓTIMO MOTIVO!  Esse tipo de solo costuma ser mais escuro e apresenta cheiro característico. É péssimo para a execução de aterros, pois com a decomposição da matéria orgânica presente, há recalque.

No nosso caso, como foram poucas viagens, acabamos espalhando-as nas áreas abertas onde estão previstos os jardins, mas entrei imediatamente em contato com a empresa que está executando a terraplenagem recusando novas viagens desse tipo de solo.

Patrol espalhando e nivelando o solo importado
Patrol espalhando e nivelando o solo importado

Utilizamos retroescavadeiras e uma patrol (patrola ou motoniveladora) para espalhar e nivelar o terreno e rolos compactadores pata de carneiro a cada aproximadamente 25 cm de aterro para compactação. Nessa etapa é importantíssimo o controle da umidade do solo, pois um solo muito seco ou muito úmido corre o risco de não ser devidamente compactado. Portanto, realizem ensaios do tipo Proctor para determinar a umidade ótima e façam o controle durante a compactação.

Compactação utilizando rolo do tipo pata de carneiro
Compactação utilizando rolo do tipo pata de carneiro

 

  • Gabarito

Para a execução do gabarito utilizamos pontaletes e tábuas de pinus. É importante que o gabarito seja reforçado para que não quebre no meio da obra, causando atrasos, e, o que pode ser ainda pior, erros de marcação. Como o pinus não é uma madeira muito resistente, colocamos pontaletes em espaçamentos menores. Outra opção seria utilizar sarrafos de madeira de qualidade superior.

Pontaletes do gabarito já cravados
Gabarito em execução – Pontaletes cravados
Gabarito nivelado e no esquadro
Gabarito nivelado e no esquadro

Repito: É importantíssimo que o gabarito esteja perfeitamente nivelado e no esquadro, evitando erros na marcação!!!

No decorrer da próxima semana das próximas semanas continuarei o post detalhando melhor o canteiro de obras (que já estará pronto) e a execução das estacas.

Mas, para vocês rolarem na cama e não conseguirem dormir a noite, deixo um teaser dos próximos capítulos:

Detalhe interno do nosso canteiro em execução
Detalhe interno do nosso canteiro em execução
Nossas estacas já marcadas
Nossas estacas já marcadas
3 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.